Solenidade de São Romualdo
<< Voltar

SÃO ROMUALDO

 

Leituras: Gn 12, 1-9: vocação de Abrão

               Hb 12, 1-4: a caminho na vida, tendo os olhos fixos em Cristo

               Lc 10, 21-24

 

A igreja celebra a festa de são Romualdo (972 -1027) no dia 19 de junho, dia aniversario da sua morte, que a fé  festeja como  “ o dia no nascimento” do discípulo de Jesus,  à vida plena no Senhor.

Este ano, para solenizar o Milênio da fundação do Sacro Ereniterio e Mosteiro de Camaldoli por  iniciativa de São Romualdo, e favorecer a participação do povo, a  sua festa litúrgica foi celebrada no dia do domingo 23 de junho, presidida pelo bispo de Mogi das Cruzes Dom Pedro Luiz Stringhini, diocese na qual se encontram os Mosteiros da Transfiguração ( monges) e da Encarnação (Monjas).

            São Romualdo, com a sua total dedicação ao Senhor na vida monástica, vivenciada no amor fraterno do mosteiro, na comunhão profunda com o Senhor e com os homens alimentada pela solidão do eremiterio, e na disponibilidade plena ao serviço do evangelho até o martírio,  constitui uma admirável encarnação da Palavra de Deus, penetrada no seu coração pela graça do Espírito santo.

            Como comentário da Palavra proclamada na  celebração da missa em seu honra, colocamos alguns ensinos do próprio Romualdo.

            1 - “Eu te louvo , Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondestes estas coisas aos sábios e inteligentes, e as revelastes aos pequeninos. Sim, Pai, porque assim foi de teu agrado”(Lc 10, 21).

Pequena regra de ouro deixada por Romualdo aos discípulos:

” Fica sentado na tua cela, como no paraíso.

Expele da memória o mundo inteiro e joga-o atrás de ti.

Fica vigilante e atento aos bons pensamentos

como um bom pescador aos peixes.

Única via, para tí, encontra-se nos Salmos.

Não deixá-la mais.

Se tu que és noviço não consegues entender tudo,

ora aqui  e ora lá, procura rezar os salmos 

com o coração  e entendê-los com a mente.

E quando na leitura começas a distrair-te,

não desanimes deixando de meditar,

mas esforça-te para voltar à atenção.

Antes de tudo, coloca-te na presença de Deus

com atitude humilde,

como quem está na presença do imperador.

Esquece-te totalmente e fica aí

como uma criancinha,

contente só com a  graça de Deus.

Pois, se a mãe não dá, ela não tem de que comer,

e a comida mesma não tem sabor.”

(São Bruno Bonifácio, Vida dos cinco Irmãos, cap 19)

2 – “Rodeados, como estamos por tamanha multidão de testemunhas....empenhemo-nos com perseverança  no combate que nos é proposto, e com os olhos fixos com Jesus, ,que em nós começa e completa a obra da fé” /Hb 12,1-2).

“ Três são os bens para aqueles que procuram  o caminho do Senhor: para os noviços que vêm do mundo, o desejável cenóbio/mosteiro; para os maduros sedentos de Deus, a áurea solidão do eremo; enfim para aqueles que anseiam ‘dissolver-se e estar com Cristo’, o anúncio do evangelho entre os pagãos” -  “tripla commoda quaerentibus viam Domini, hoc est: noviter venientibus de saeculo, desiderabile coenobium; maturis vero et Deum sitientibus, aurea solitudo: cupientibus dissolvi et esse cum Christo, evangelium paganorum” (S.Bruno Bonifácio de Querfurt, Vida dos cinco irmãos, cap.2).

3 – “ O Senhor disse a Abrão: ‘Sai da tua terra, do meio de teus parentes, da casa de teu pai, a vai para a terra que eu te vou mostrar. Farei de ti uma grande nação  e te abençoarei.... Depois de acampamento em acampamento. Abrão foi ate o deserto de Negueb” (Gn 12, 1.9).

“Não suportando  de ficar estéril no Senhor, Romualdo iniciou a  se perguntar   com muito anseio onde poderia encontrar terra boa e idônea  para produzir frutos espirituais....As vezes enquanto pregava, tamanha emoção o arrancava-lhe lagrimas e logo interrompendo a palavra, corria para algum lugar como que fora de si” (Vida de Romualdo, c 35).

“É importante notar o seguinte. Alguém vendo o santo mudar para tantos lugares, poderia atribuir  isso ao vicio da levindade. Sem duvida alguma o motivo de suas mudanças foi este: onde quer que ele fosse, enorme multidão  acorria ao venerável homem.....logo que via lotando de moradores um lugar, colocava ai o prior e imediatamente apressava-se a ir lotar outro lugar” (VR , c. 49).

            Que o Senhor nos conceda a disponibilidade de Abrão,  a coragem de ter nossos olhos fixos em Jesus,  e a  bem-aventurança dos simples de coração !